A importância do marketing de conteúdo para a indústria farmacêutica

por | Like Leads Saúde | 0 Comentários

O marketing de conteúdo no setor farmacêutico não é tão fácil de ser estruturado como em outros setores. No entanto, como qualquer outra empresa, a forma como a sua marca é apresentada ao público é importante. Construir novas conexões entre a marca e o público é crucial para a indústria farmacêutica brasileira.

E esse novo cenário requer da empresa farmacêutica não apenas a entrega de histórias da marca, mas uma nova percepção de valor, se eles querem agregar valor à marca obviamente e não ser apenas uma empresa distribuidora de produtos.

Antes de aprofundarmos nossa discussão sobre a importância do marketing de conteúdo para o setor farmacêutico, é preciso deixar uma coisa muito clara nesse contexto: a quantidade de conteúdo importa menos. É a qualidade que manda nesse jogo. É preciso criar conteúdo relevante e de alto engajamento com o seu público-alvo.

O marketing de conteúdo farmacêutico precisa, sobretudo, criar e distribuir conteúdo relevante com mensagens consistentes em todos os canais, a fim de atrair o público-alvo e conquistar sua fidelidade, mas tendo uma abordagem sempre voltada a responder e resolver as dores e desafios desses públicos.

A importância do marketing de conteúdo para o setor farma

Por que o marketing de conteúdo é importante para o setor farmacêutico? O que o diferencia de outras formas de marketing? O valor. É claro que abordagens mais tradicionais de publicidade e propaganda também são capazes de educar ou inspirar o público-alvo, no entanto, a diferença é que elas são táticas de saída – seu objetivo é transmitir uma mensagem.

O marketing de conteúdo funciona para atrair um público e fornecer algo que eles procuram. O conteúdo também transmite uma mensagem, mas com o foco exclusivo de educar, de informar. Ele não possui um viés comercial, apenas um viés educacional.
O contexto comercial no marketing de conteúdo surge a partir do valor que é agregado com base na qualidade do conteúdo compartilhado e nas interações com os leads e clientes. Consumindo o conteúdo da sua marca, é muito mais provável que eles confiem em você e acabem comprando seus produtos.

O foco nessa nova abordagem, em que o inbound marketing e o marketing de conteúdo são pontos centrais da estratégia digital, é estabelecer uma relação de confiança do público-alvo com a marca. É assim que as vendas acontecem de fato no mundo digital.
O mais interessante é que as empresas farmacêuticas, de uma forma geral, já estão procurando, ativamente, por maneiras de resolver os problemas mais urgentes relativos à saúde. E nesse contexto, o marketing de conteúdo permite que a sua marca descubra os desafios que o público-alvo enfrenta e apresente as soluções que vem criando para resolver esses desafios.

Razões pelas quais as farmacêuticas precisam de marketing de conteúdo

Desenvolver conteúdo farmacêutico é importante para as empresas desse setor primordialmente por conta de um compromisso consistente do posicionamento da sua empresa com a entrega que pretendem fazer ao público.

A ideia é ajudar médicos, profissionais da saúde e pacientes no longo prazo, de forma consistente, criando e compartilhando conteúdo valioso continuamente. Dessa forma, você pode atender às necessidades constantes e mantê-los engajados.

O marketing de conteúdo coloca seus canais de mídia – seu site, por exemplo – no centro de seus esforços de comunicação, colocando você de volta no controle de seu conteúdo e da sua conversa com o público.

Ele aproveita as redes sociais e até mesmo a mídia paga para distribuir o conteúdo, de fato, mas direciona o tráfego de volta para seu site – ajudando você a alcançar seus clientes nos canais que eles estão usando.

E quando falamos de conteúdo de qualidade, isso gera motivos suficientes para seus leads começarem a seguir você nas redes, se inscrever em uma lista de e-mails, por exemplo, permitindo que você faça inbound marketing.

Os melhores tipos de conteúdo para empresas farmacêuticas

Que tipo de conteúdo é melhor para atingir seu público-alvo? A resposta depende de seus objetivos para o marketing de conteúdo. Artigos de blog são uma boa opção para aumentar sua visibilidade na web, por conta dos motores de busca, enquanto os whitepapers se concentram em educar seu público de forma mais aprofundada.

Existem materiais específicos e abordagens de conteúdo para cada momento da jornada dos seus leads e dos seus clientes. E é importante entender isso e estruturar esses materiais para cada uma das etapas. Esse é um trabalho de longo prazo que vai se ampliando e ganhando corpo ao longo dos anos.

Isso quer dizer que não adianta acreditar que em 3 meses você terá uma estratégia totalmente pronta e rodando, com todos os materiais finalizados e os resultados aparecendo. É um trabalho que vai se construindo a partir de alguns tipos de conteúdo que sua equipe de marketing vai criando, como por exemplo:

● Artigos de blog

● Whitepapers

● Estudos de caso

● Vídeos

● Ebooks

● Apresentações em PPT

● Infográficos

● Webinars

● Relatórios e PDFs da pesquisa original

● Entrevistas

● Podcasts

Mas é preciso ressaltar algumas características necessárias para a sua estratégia de conteúdo ser bem-sucedida. Esse conteúdo precisa ser, acima de tudo, inspirador, altamente relevante, mensurável, emocional, adaptável para cada etapa da tomada de decisão e deve abordar as preocupações do público-alvo, como mencionamos acima.

Qualquer que seja a estratégia de marketing escolhida, ela precisa entregar o conteúdo certo ao público certo. Um bom conteúdo farmacêutico deve ser baseado em fortes percepções baseadas nas interações prévias com clientes/pacientes: que conteúdos eles leem e baixam mais, quanto tempo eles gastam em cada parte do conteúdo; quais ações são tomadas na interação inicial, entre outros pontos.

Ao revisar todas as atividades anteriores que seus clientes tiveram com seu conteúdo farmacêutico, você pode identificar facilmente os tipos/formatos de dados aos quais eles respondem melhor ou qual conteúdo foi rejeitado.

É claro que para fazer essas análises você primeiro precisa ter algum conteúdo produzido. No caso de uma estratégia que está começando de fato do zero, é preciso fazer um estudo aprofundado da sua empresa, da sua marca, seu posicionamento, os públicos que você pretende atingir e atender para estabelecer uma estratégia inicial de atuação.

Com essa estratégia planejada, executa-se o plano e os testes são realizados para avaliar o que dá certo ou não. Dessa forma, você consegue definir no que vale a pena investir mais e o que pode ser descartado.

Vamos conversar sobre isso?

Se com esse artigo você percebeu que sua empresa farmacêutica precisa começar a criar conteúdo para educar, informar e converter seu público-alvo em novos clientes, entre em contato conosco hoje.

Somos especializados em desenvolver estratégias de marketing de conteúdo que convertem. Trabalhamos com todo o estudo da marca, planejamento da estratégia de conteúdo e criação dos materiais para a sua empresa obter o máximo impacto no ambiente digital.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *